Humanizar o erro próprio

Com o erro do outro posso eu bem!

Para o erro do outro aceito o pedido de desculpas.

Para o erro do outro tenho compaixão.

Para o erro do outro consigo ver o rosto humano do outro lado do erro.

E para o meu erro?

Aceitar que errei! Pedir desculpa a mim própria, pois afinal estou a dar o meu melhor! Reconhecer a minha humanidade ao cair e levantar, ao cair e levantar,erro após erro, assim como quem olha para uma criança aprender a andar!

Em vez de apontar o dedo a mim própria. Em vez de dizer a mim própria “I told you so”. Em vez de me “chibatar” em pensamento. Em vez de ser juíza de mim própria. Carrasco de mim própria.

Afinal, errar é humano e que eu saiba ainda faço parte dessa espécie.

Como dizia um amigo, o que vejo no outro começa por mim.

Hoje vou olhar para os meus erros com a mesma alegria que olho para uma criança a dar os primeiros passos, pois por vezes desafiamo-nos a  entrar em terras antes desconhecidas e esfolar os joelhos faz parte da aventura de ousarmos viver os nossos sonhos!

Anúncios
Categorias Blog

Um comentário em “Humanizar o erro próprio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close